Estudando a carreira do professor Olavo de Carvalho, me vi obrigado a separar em um artigo a lista de suas obras escritas e publicadas, para que sirva de referência em artigos futuros.

Como autor

A imagem do homem na astrologia. São Paulo: Jvpiter. 1980.

O crime da Madre Agnes ou A confusão entre espiritualidade e psiquismo. São Paulo: Speculum. 1983

Questões de simbolismo astrológico. São Paulo: Speculum. 1983Universalidade e abstração e outros estudos. São Paulo: Speculum. 1983

Astros e símbolos. São Paulo: Nova Stella. 1985.Astrologia e religião. São Paulo: Nova Stella. 1986.Fronteiras da tradição. São Paulo: Nova Stella. 1986

Símbolos e mitos no filme “O silêncio dos inocentes”. Rio de Janeiro: Instituto de Artes Liberais. 1992

Os gêneros literários: seus fundamentos metafísicos. 1993.

O caráter como forma pura da personalidade.1993

A nova era e a revolução cultural: Fritjof Capra & Antonio Gramsci.Rio de Janeiro: Instituto de Artes Liberais & Stella Caymmi. 1994.

Uma filosofia aristotélica da cultura. Rio de janeiro: Instituto de Artes Liberais. 1994

O jardim das aflições: de Epicuro à ressurreição de César – Ensaio sobre o materialismo e a religião civil. Rio de Janeiro: Diadorim. 1995

Aristóteles em nova perspectiva: Introdução à teoria dos quatro discursos. Rio de janeiro: Topbooks. 1996

O imbecil coletivo: atualidades inculturais brasileiras. Rio de Janeiro: Faculdade da Cidade. 1996

O futuro do pensamento brasileiro. Estudos sobre o nosso lugar no mundo.1998

O imbecil coletivo II: A longa marcha da vaca para o brejo e, logo atrás dela, os filhos da PUC, as quais obras juntas formam, para ensinança dos pequenos e escarmento dos grandes. Rio de Janeiro: Topbooks. 1998

O Exército na História do Brasil. Edição bilíngue (português / inglês). 4 Vols. Rio de Janeiro/Salvador: Biblioteca do. Exército e Fundação Odebrecht, 1998

Coleção história essencial da filosofia. São Paulo: É Realizações. 2002-2006

A Dialética Simbólica – Ensaios Reunidos São Paulo: É Realizações. 2006

Maquiavel ou A Confusão Demoníaca São Paulo: Vide Editorial. 2011

A filosofia e seu Inverso, São Paulo: Vide Editorial. 2012.Os EUA e a nova ordem mundial (coautor Alexandre Dugin), São Paulo: Vide Editorial, 2012

Apoteose da vigarice, São Paulo: vide Editorial, 2013

Visões de Descartes entre o gênio mal e o espírito da verdade. Vide Editorial, 2013

O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota, Felipe Moura Brasil (org.), 467 páginas, Rio de Janeiro: Record, 2013.

O mundo como jamais funcionou – Cartas de um terráqueo ao planeta Brasil(Volume II). Vide Editorial, 2014

A Fórmula para Enlouquecer o Mundo – Cartas de um terráqueo ao planeta Brasil(Volume III). Vide Editorial, 2014

Como autor secundário

Arthur Schopenhauer -Como vencer um debate sem precisar ter razão: em 38 estratagemas (dialética erística).Introdução, notas e comentários de Olavo de Carvalho. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997.

Otto Maria Carpeaux – Ensaios reunidos, 1942-1978. Organização, introdução e notas de Olavo de Carvalho. Rio de Janeiro: UniverCidade & Topbooks. 1999.

Émile Boutroux -Aristóteles.Introdução e notas de Olavo de Carvalho. Rio de Janeiro: Record. 1999.

René Guénon – A Metafísica Oriental.Tradução de Olavo de Carvalho

Mário Ferreira dos Santos – A Sabedoria das Leis Eternas. Introdução, edição de texto e notas de Olavo de Carvalho. São Paulo: É Realizações. 2001

Paulo Mercadante – A coerência das incertezas: símbolos e mitos na fenomenologia histórica luso-brasileira. Introdução, edição de texto e notas de Olavo de Carvalho. É Realizações, 2001

Wolfgang Smith -O Enigma Quântico. Prefácio à Edição Brasileira: Olavo de Carvalho. Vide Editorial, 2011

Andrew Lobaczewski -Ponerologia: Psicopatas no Poder. Com prefácio de Olavo de Carvalho. Vide Editorial, 2014.

Conclusão

Até o presente somam-se até 23 livros como autor, mais a Coleção História Essencial da Filosofia que consiste em mais 32; um mínimo de 55 livros, enquanto como autor secundário acrescentam-se 8. O total de suas obras publicadas é no mínimo 63 livros, no período entre 1980 a 2014.

Estou elaborando ainda um estudo de vendagem aproximada, mas apenas “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, ultrapassou a marca dos 100 mil exemplares em fevereiro de 2017.

Anúncios